Vereador que votou aumento do próprio salário da praia é suspenso do partido

  • 25/01/2023
(Foto: Reprodução)
Parlamentares de Jataizinho participaram de sessão debaixo de guarda-sol e da areia em Santa Catarina. Ministério Público investiga conduta de vereadores. Vereadores votam aumento dos próprios salários direto da praia Reprodução/Câmara Municipal de Jataizinho O Partido Democrático Trabalhista (PDT) do Paraná resolveu suspender o vereador Antônio Brandão, de Jataizinho, no norte do Paraná, que votou o aumento do próprio salário direto da praia de Balneário Camboriú (SC). Ele participou da sessão por videochamada ao lado de outro parlamentar, Bruno Barbosa, do Cidadania. A votação foi em 16 de janeiro. Os vereadores aprovaram um reajuste de 5,93%, passando de R$ 5.164,06 para R$ 5.470,28. Durante a sessão, a Câmara também aprovou o aumento dos salários do prefeito e vice de Jataizinho. O reajuste já vale a partir deste ano. O g1 tenta contato com o parlamentar. Na prática, Brandão continua no cargo e recebendo o salário de vereador. Ele, conforme o PDT, não pode responder pelo partido nas votações. Em nota, o presidente estadual do PDT, André Menegotto, disse que abriu ainda um processo disciplinar com pedido de expulsão de Brandão da sigla. "A suspensão é uma das penalidades previstas no estatuto e de ação imediata. Apoiamos também o inquérito civil do Ministério Público aberto contra o vereador", afirmou Menegotto. Bruno Barbosa A direção estadual do Cidadania informou, por meio de nota, que notificou o vereador Bruno Barbosa e "o repreendeu por sua atitude, que de maneira alguma condiz com os princípios do partido". O Cidadania afirma que "reprova totalmente a ação do parlamentar e considera que o fato foi inapropriado, imoral e desrespeitoso com toda a população. O partido, no entanto, não informou se abrirá algum processo disciplinar contra o parlamentar. Procurado, Barbosa disse que "não teve tempo para ir a outro lugar". Leia também VÍDEO: Empresário é baleado após reagir a assalto no centro de Londrina Inquérito do MP O Ministério Público abriu investigação sobre a conduta dos dois vereadores. A Promotoria do Patrimônio Público, responsável pelo procedimento, encaminhou alguns questionamentos à Câmara. Qual a normativa atualmente em vigência que dispensa a presença física dos parlamentares durante a apreciação de projeto Qual o fundamento utilizado para autorização da participação de forma remota dos vereadores Antônio Brandão e Bruno Barbosa Qual foi a motivação para a convocação das sessões de forma extraordinária? Qual a urgência ou interesse público na votação dos projetos que aumentaram os salários? Mais assistidos do g1 PR Veja mais em g1 Norte e Noroeste.

FONTE: https://g1.globo.com/pr/norte-noroeste/noticia/2023/01/25/vereador-que-votou-aumento-do-proprio-salario-da-praia-e-suspenso-do-partido.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Morena

Luan Santana

top2
2. MEU PEDAÇO DE PECADO

João Gomes

top3
3. Vida Louca

MC Poze do Rodo

top4
4. Baby Me Atende

Matheus Fernandes e Dilsinho

top5
5. Liberdade Quando o Grave Bate Forte

Alok, MC Don Juan e DJ GBR

Anunciantes